Responsabilidade e Inconsciente, em Belo Horizonte

25/06/2004 03h00

Quatro conferências sobre a segunda clínica de Lacan a clínica borromeana o sujeito pós-moderno e os novos laços sociais.

  1. Pós-modernidade e inconsciente. A solução de Freud, em 1900. O Complexo de Édipo pai-orientado, na modernidade. A teoria do trauma e a recuperação da memória. Quando saber era poder. As absorções atuais da Psicanálise pela Psicologia, pela Psiquiatria e pela Universidade: suas conveniências científicas. O turning point.
    26 de março de 2004.
  2. A segunda clínica de Lacan. Os exemplos clínicos além do Édipo. Práticas coletivas e transferências deslocáveis. Mudar antes de entender. Onde não sei, respondo. A arte do diagnóstico. Crítica aos protocolos e às estatísticas. Ética das conseqüências.
    30 de abril de 2004.
  3. Ainda, a clínica borromeana. O Real que força a criação. Uma nova Psicopatologia? A presença do analista. A transmissão da psicanálise Institutos, Escolas... no Século XXI. As práticas desespecializadas e os encontros eventuais, criativos e produtivos.
    28 de maio de 2004.
  4. Psicanálise do vínculo social. Retomando a importância da Psicanálise. Cultura: cinema e música. Política: o novo líder, partidos variáveis. As outras disciplinas. Ação no social: sem medo da pós-modernidade. Responsabilidade pelo inconsciente, a clínica.
    25 de junho de 2004.